7 de maio de 2008



é o piano que traz a paz a esta casa
como uma alma de cristal
que inventa a luz por dentro dos nossos corações

e a música que estremece no nosso silêncio
é um sopro que deus deixa nos nossos sonhos

é o piano que nos senta na mesma mesa
e nos dá à boca uma refeição pontual de eternidade

até nos enlaçarmos tanto tanto tanto
que nada mais nos espera lá fora



(para a catarina e a margarida)

3 comentários:

Andressa disse...

Muito lindo o que escreveu!!
Parabéns.

berto disse...

Thanks to the owner of this blog. Ive enjoyed reading this topic.

Ilona Bastos disse...

Belíssimo poema! Muitos parabéns.