2 de maio de 2008


série chagall (primeiro)


há um mistério em cada azul que pomos no silêncio
uma janela aberta ao coração da noite

tão bela a noite cintilando no mais puro amor
tão bela a noite por onde nos chega a cor do sonho


1 comentário:

john disse...

Thanks to the blog owner. What a blog! nice idea.