23 de abril de 2008

UM PENSAMENTO E MEIO


e se as histórias para crianças fossem de leitura obrigatória para os adultos?

seríamos capazes de fazer aquilo que passamos a vida a ensinar?


(josé saramago)

6 comentários:

Anónimo disse...

Tudo aquilo que as histórias infantis transmitem às crianças é um mundo mágico, de fantasia, onde vivem um sonho, onde o ensinamento sobre a vida é um factor principal e existe sempre uma lição para que os mais novos apreendem a realidade.

As histórias são dedicadas essencialmente aos mais pequenos e se a leitura fosse obrigatória para os adultos, penso que na minha opinião não seria uma leitura muito aliciante para estes, pois o nível em que estes estão, segundo o estado intelectual deles, é superior, o que significa que era uma parte que não iam querer viver porque iam sentir que já passaram por essa fase de vida. Por outro lado, pelo lado mais positivo, e claro, tentando imaginar, poderiam também ver estas histórias como algo que tivessem visto isso nas suas vidas, ou seja experiências vividas, onde o começo da vida era um mundo colorido para eles, tal como as histórias mas que para eles já deixou de ser colorido.

Na vida é muito mais fácil nós apontarmos uma crítica destrutiva ou construtiva a alguém, ver as atitudes incorrectas nos outros e pensarmos que eles deviam ter atitudes mais acertadas e poderiam melhorar. Tudo isso se torna mais fácil quando temos uma visão de tudo o que vemos, de tudo o que nos dizem, de tudo o que ouvimos.
Maioritariamente, as pessoas não seguem o exemplo daquilo que deveria ser, daquilo que acham certo para os outros serem ou fazerem, como as pessoas sabem que estão erradas ou que fizeram alguma coisa errada, conseguem facilmente detectar nos outros e tentar dar um conselho através de si mesmo. Por isso mesmo se as pessoas fossem mais positivas em relação a si próprias, não digo que optassem por tudo aquilo que ensinavam a si mesmas, mas que seriam capazes de seguir algumas coisas que ensinavam porque também passaram por elas.

Sandra Leonardo

luís disse...

Na minha opinião, é complicado tornar estas afirmações em algo que muitos acham que o não é o ponto-chave para determinar a leitura infantil em obrigatória para adultos, embora muitas pessoas gostarem de leitura infantil, tais como, banda desenhada e outros terem o prazer de ler as mesmas aos seus filhos.
Muitas das pessoas vêem a leitura como solução para um momento de solidão, pois alivia as ideias e problemas que estejamos a ultrapassar na vida. Tudo o que sabemos da vida fomos aprendendo com a educação que nos foi dada, mais precisamente, pelos nossos pais. Ensinar? Ensinar é uma palavra que pode ter muitos significados, tais como, escola, educação, resolução, etc. O ensino faz parte das qualidades de cada um de nós e advém muito para nos proporcionar o melhor na nossa vida. A afirmação que José Saramago faz: “Seriamos capazes de fazer aquilo que passamos a vida a ensinar?” é muito real e leva-nos a moderar certos e determinados comportamentos que podemos ter em algumas situações e termos a capacidade de reflectir com tudo o que está para trás e podemos corrigir.

Semolina disse...

Parabéns atrasados **

Andreia Lopes disse...

E o mundo seria melhor? *

Cold disse...

Não sei... mas ficaríamos surpreendidos ao descobrir as coisas que já esquecemos...

winlotto disse...

To the owner of this blog, how far youve come?