8 de novembro de 2009




tenho estado à espera de um beijo teu
como se nada mais importasse neste mundo injusto


1 comentário:

Papoila Sonhadora disse...

Deixem o beijo falar.
Tanto tem para dizer:anos calados na sombra do que nunca teve lugar.
Deixem o beijo falar.
Ouçam-no como o som de uma criança na primeira abertura de um olhar.

Acabe a injustiça na palma do beijo que te espera do outro lado do mar:ouçam-no! Parece uma criança, vem cheio de esperança.

Deixem, deixem...
Apressem-se que o beijo esta noite encontrou uma concha onde pode morar.

Um abraço de amizade.